Corinthians estreia no Brasileiro de 2011 contra um adversário de respeito


por Sylvio Micelli

Texto originalmente escrito para o Blog Canelada

Neste domingo, às 16 horas, o Sport Club Corinthians Paulista – o mais amado e mais odiado clube do planeta – estreia pelo Campeonato Brasileiro de 2011. O adversário é um fortíssimo e velho conhecido: o Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense. O jogo acontece no Monumental Olímpico na bela capital gaúcha. Ironicamente, será o confronto de duas equipes vicecampeãs nos seus respectivos campeonatos estaduais. Ou seja: há feridas, ainda abertas, a serem lambidas por todos os lados.


Números

Historicamente, Corinthians e Grêmio sempre fizeram jogos muito acirrados, desde o primeiro confronto entre ambos disputado em 11 de dezembro de 1947. O Timão venceu o Grêmio pela contagem mínima, no estádio Baixada dos Moinhos de Vento, que ficava em Porto Alegre. O Fortim da Baixada foi o primeiro estádio gremista.

De lá para cá, o tricolor gaúcho e o alvinegro paulistano encontraram-se 71 vezes. Há ligeira vantagem gremista: são 29 vitórias, contra 25 corinthianas e 17 empates. O ataque do Grêmio marcou mais (97 X 79). Analisando-se só o campeonato brasileiro, a vantagem gremista é maior: são 21 vitórias contra 14 e dez empates em 45 jogos.

O Olímpico também não é um bom local para os corinthianos que lá venceram apenas nove vezes, contra 19 dos anfitriões, além de sete empates. A quantidade de gols marcados pelo Grêmio em seus domínios é o dobro (55 X 27).

Com o vai-e-vém do mercado e algumas alterações táticas, o Timão deve entrar em campo, logo mais, com: Julio Cesar; Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Ramirez e Danilo (Morais); Willian e Liédson.


Decisões

Grêmio e Corinthians nunca decidiram campeonatos brasileiros mas disputaram duas copas do Brasil. Em 1995, Marcelinho Carioca silenciou o Olímpico. O Timão venceu a final por 1 a 0 e já havia vencido em São Paulo por 2 a 1 (Viola e Marcelinho Carioca, para o Corinthians e Goiano para o Grêmio).

Seis anos depois, o Grêmio silenciou o Morumbi. Mesmo vindo de Porto Alegre com um importante empate em 2 a 2 (Marcelinho Carioca e Muller para o Timão e dois gols do ex-corinthiano Luís Mário para o Grêmio), o Corinthians não conseguiu segurar uma apresentação irretocável de Marcelinho Paraíba, Zinho e companhia e o Grêmio foi campeão daquele ano (2001) ao vencer por 3 a 1 (Marinho, Zinho e Marcelinho Paraíba marcaram para os gaúchos e Éwerton diminuiu para o Corinthians). Este título foi o primeiro relevante do técnico Tite, que treinava os gaúchos à época.


Bruxaria

Para quem gosta de superstição, lá vai uma. Em 1990, o Corinthians estreou contra o Grêmio e foi goleado por 3 a 0. Depois deste início desanimador, o Timão conquistaria seu primeiro título nacional. Em 2006, as equipes também se enfrentaram na rodada inicial e o tricolor gaúcho também venceu, por 2 a 0. Era o jogo do campeão da série A de 2005 (Corinthians) contra o campeão da série B (Grêmio).

Que essa estreia seja o prenúncio de grandes vitórias!


Brasileirão 2010

No Campeonato Brasileiro do ano passado há uma vitória para cada lado. No primeiro turno, no Sul, o Timão venceu por 2 a 1. Ralf, uma raridade, marcou de cabeça depois de escanteio batido por Dentinho, logo no começo do jogo. No segundo tempo, Souza, outra raridade, fez um dos gols mais fáceis da história do futebol. Depois de cruzamento de Dentinho, o lateral esquerdo gremista Bruno Collaço protagonizou um lance bizarro e a bola sobrou para o centroavante “azarado”, sozinho, marcar. O atacante Maylson, que havia acabado de entrar, recebeu passe de Jonas, Willian falhou e num chute preciso marcou para o Grêmio fechando o placar.

Na volta, no segundo turno, o ex-corinthiano Douglas marcou um golaço e se negou a comemorar contra o ex-clube, demonstrando o respeito habitual dos ex-jogadores com o Corinthians. Ele dominou a bola na intermediária, passou pela zaga corinthiana e na meia-lua da área bateu no ângulo. E foi aplaudido.


De olho no apito

O pernambucano Nelson Nogueira Dias será o árbitro do jogo. Ele será auxiliado pelo também pernambucano Erich Bandeira e pelo catarinense Carlos Berkenbrock.

You may also like...

Deixe uma resposta

3 visitantes online agora
1 visitantes, 2 bots, 0 membros
Máx. de visitantes hoje: 10 às 02:12 pm BRST
Este mês: 26 às 10-06-2017 06:47 am BRT
Este ano: 31 às 03-30-2017 10:25 am BRT
No total: 111 às 03-18-2011 02:35 am BRT