Category: Corinthianadas

Timão na Copinha e a necessidade de vencer o “velho” Moleque Travesso 0

Timão na Copinha e a necessidade de vencer o “velho” Moleque Travesso


por Sylvio Micelli

Texto originalmente escrito para o Blog Canelada

Historicamente, o Sport Club Corinthians Paulista nunca teve vida fácil diante do Clube Atlético Juventus da nossa tão querida, amada e bella Mooca. O apelido “Moleque Travesso” da mais linda camisa grená vem, justamente, daquilo que o time da gloriosa Rua Javari aprontava contra os “grandes”. E o Corinthians era o alvo favorito. Tudo começou em 14 de setembro de 1930, quando o Juventus “ousou” vencer a forte equipe corintiana em pleno Parque São Jorge por 2 a 1, com gols marcados por Nico e Piola. Por sinal, o Timão foi campeão paulista daquele ano.

Do apelido “Moleque Travesso”, imortalizado pelo jornalista esportivo Thomas Mazzoni, nasceu a mística e, em que pese o Juventus não estar no seu lugar devido – a elite do futebol paulista – Corinthians e Juventus sempre revivem essas histórias.

A verdade, meus corinthianos e meus juventinos de coração, que o Timãozinho entra em campo nesta terça (10) pela 3ª rodada da 43ª edição da Copa São Paulo de Futebol Júnior com a necessidade de vencer a história e o Juventus para se classificar em primeiro lugar do seu grupo. O “Moleque” lidera a chave nos critérios de desempate pois goleou a Desportiva (ES – 6X0) e o Santos (PB – 6X1). Marcou 12 gols, um a mais que o Timão e tem o mesmo saldo de 11 gols.

O Corinthians também venceu o Santos (PB – 9X0) e a Desportiva (ES – 2X0). Mas caso Corinthians e Juventus empatem, o Moleque Travesso se classifica direto e o Corinthians terá que aguardar a classificação entre os nove melhores segundos colocados conforme os índices técnicos.

Após poupar alguns jogadores na segunda rodada, o técnico corinthiano Narciso deve iniciar o jogo com o mesmo time que estreou com goleada na Copinha: Matheus, Cristiano, Antonio Carlos, Marquinhos e Denner; Anderson, Gomes, Giovanne e Mateuzinho; Leandro, Fernandinho e Wesley.

O confronto será às 16 horas contra o Juventus (SP), com transmissão pela Sportv, ESPN, Band Sports e TV Corinthians. Antes, às 14 horas, Desportiva Capixaba e Santos da Paraíba se despedem da competição.

Força, molecada!

Corinthians joga mal na Copinha, vence, mas perde liderança 0

Corinthians joga mal na Copinha, vence, mas perde liderança


por Sylvio Micelli

Texto originalmente escrito para o Blog Canelada

Pela segunda rodada da Copa São Paulo Futebol Júnior 2012, a equipe do Corinthians venceu a Desportiva Capixaba por 2 a 0. Chegou aos seis pontos, com 100% de aproveitamento na competição, mas perdeu a liderança para o Juventus (SP) nos critérios de desempate. O Moleque Travesso, que goleou o Santos Paraibano por 6 a 1, marcou 12 gols e tem o mesmo saldo que o Corinthians de 11 gols. Mas a equipe da Rua Javari marcou um gol a mais. Ou seja: caso Corinthians e Juventus empatem na última rodada, o Moleque Travesso se classifica direto e o Corinthians terá que aguardar a classificação entre os nove melhores segundos colocados conforme os índices técnicos.

Todas essas contas se fazem necessárias porque o Timãozinho jogou muito mal. Tudo bem que o time do Espírito Santo é um pouco melhor que o Santos (PB), mas o Corinthians perdeu muitos gols, explorou pouco seus laterais e acabou ficando preso à marcação da Desportiva que veio, claramente, para perder de pouco e conseguiu seu intento.

O técnico Narciso fez algumas alterações em relação à equipe que havia feito 9 a 0 na estreia contra o Santos (PB) e parece este, ter sido o maior problema do time, que não teve o mesmo entrosamento do jogo anterior. A molecada também se mostrou displicente em alguns momentos, sem a pegada demonstrada na partida de estreia.

O time capixaba, por sua vez, lotou o seu campo de defesa e o meio de campo para não dar espaços à equipe paulistana. A rigor, a Desportiva teve apenas um ataque no jogo inteiro, já no final da partida, bem defendido por Matheus.


Começo a todo vapor

O Timãozinho iniciou a partida no ataque e dominando todas as ações. Tanto que abriu o placar aos sete minutos. O lateral esquerdo Denner, que tem sido um dos destaques do time nas duas partidas, fez jogada na linha de fundo e cruzou rasteiro. Jean Teodoro apareceu livre apenas para empurrar para o gol.

O gol cedo e o amplo domínio de bola davam a impressão de que aconteceria outra goleada. O segundo gol, porém, só saiu na fase final do primeiro tempo. Aos 36 minutos, o lateral direito Cristiano cruzou para a área capixaba e na rebatida da defesa da Desportiva, Leandro marcou o seu quarto gol na competição e é um dos artilheiros da Copinha.

No segundo tempo, o Timãozinho manteve mais tempo a bola sob controle, mas o excesso de cruzamentos foram rechaçados pelo time do Espírito Santo. O destaque do Corinthians na segunda etapa foi o meia Edilson que entrou em campo e mandou duas bolas na trave, em chutes de longa distância.

Outra curiosidade foi o fato de que a Desportiva não veio com goleiros para a disputa da competição. Tanto Vítor, que se contundiu, como Gabriel que o substituiu, jogam na zaga capixaba.

O Corinthians volta a campo em Jaguariúna na próxima terça (10), às 16 horas contra o Juventus (SP) e precisa vencer para se classificar direto. Antes, às 14 horas, Desportiva Capixaba e Santos da Paraíba se despedem da competição.


Ficha Técnica

SPORT CLUB CORINTHIANS PAULISTA 2 X 0 DESPORTIVA CAPIXABA S/A

Competição: 43ª Copa São Paulo de Futebol Júnior
Rodada: 2ª
Local: Estádio Municipal Alfredo Chiavegato, Jaguariúna (SP)
Data: 7 de janeiro de 2012

Árbitro: Argeu de Lima da Cunha (SP)
Assistentes: Gustavo Chacon Moreno e
Leandro Fernandes Rodrigues (ambos de SP)
Quarto Árbitro: Anderson Renato Soares (SP)
Público e renda: não divulgados

Gols: Jean Teodoro [C] (7′); Leandro [C] (36′)
Cartões amarelos: Douglas [C]; Brian e Léo [D]

CORINTHIANS: Matheus, Cristiano, Antonio Carlos, Marquinhos e Denner; Ayrton (Edilson), Ualefi e Jean Teodoro (Paulo César); Matheuzinho, Wesley (Douglas) e Leandro.
Técnico: Narciso

DESPORTIVA (ES): Vítor (Gabriel), Uriel, Brian, Luis Guilherme e Emerson; Felipe, Léo, Alan e Guti; Thiaguinho (Joílson) e Marquinhos
Técnico: Cosme Eduardo

PRÓXIMO JOGO:
CORINTHIANS X JUVENTUS (SP) – TERÇA – 10/01/2012 – 16 HORAS – JAGUARIÚNA (SP)

Corinthians em campo: nova goleada na Copinha? 0

Corinthians em campo: nova goleada na Copinha?


por Sylvio Micelli

Texto originalmente escrito para o Blog Canelada

O Timãozinho entra em campo neste sábado (7) pela 2ª rodada da 43ª edição da Copa São Paulo de Futebol Júnior. O adversário será a Desportiva Capixaba (ES). As equipes vivem situações opostas na competição. Enquanto o Corinthians estreou fazendo 9 a 0 no Santos (PB), o clube do Espírito Santo foi goleado pelo Juventus (SP) por 6 a 0.

O técnico corinthiano Narciso pregou o respeito ao adversário que efetivamente deve existir, até por questões éticas e profissionais. Mas, tirando isso de lado, o Corinthians deve realizar um novo passeio em Jaguariúna (SP). O jogo será às 16 horas e terá transmissão do Sportv, Band, Band Sports e TV Corinthians. Antes, às 14 horas, jogam Juventus (SP) e Santos (PB).

O Timãozinho lidera o grupo M e Narciso deve iniciar o jogo com o mesmo time que estreou com goleada na Copinha: Matheus, Cristiano, Antonio Carlos, Marquinhos e Denner; Anderson, Gomes, Giovanne (Leonardo) e Mateuzinho (Edilson); Leandro, Fernandinho e Wesley.

Força, molecada!

A permanência de Tite: um mal necessário ao Corinthians? 0

A permanência de Tite: um mal necessário ao Corinthians?


por Sylvio Micelli

Texto originalmente escrito para o Blog Canelada

Devo confessar a você, meu caro leitor, que não nutro lá muitos amores pelo seu Adenor Leonardo Bachi. Acho-o super gente fina, até muito educado para o perfil do futebol, foi um bom volante na condição de jogador, deve até ser bom papo, mas é muito apegado aos dogmas e modelos da escola gaúcha de treinamento, o que em outras palavras significa fechar o time e ganhar de meio a zero.

Ainda que os gaúchos dominem os cargos de treinador dos grandes clubes, acho muitas vezes que se trata de um futebol chato, irritante até, que se baseia na força e, geralmente, sufoca o talento.

Por outro lado, também devo deixar claro que não tenho por hábito, creditar os maus resultados ao treinador. Nenhum deles. Óbvio que eles podem errar, inventarem naqueles dias de “professor Pardal” e não dar certo mas, no geral, ainda acho que os resultados ruins tem nos jogadores, a maior parcela de responsabilidade.

A permanência do Tite para a temporada do Corinthians em 2012, mesmo com muita gente contrária, tanto no clube como na torcida, une um certo pragmatismo, aliado à falta de um nome à altura do time e das competições que o clube vai encarar a partir do próximo dia 21.

Primeiro, porque quem bancou a permanência de Tite foi o presidente do clube, agora afastado, Andrés Sanchez. Nada derrubou o seu Adenor: nem o Tolima, nem o vice-paulista, nem a falta de “jogabilidade” em algumas partidas. Mesmo quando o Timão começou a dar sinais de cansaço e de que poderia até perder o campeonato brasileiro, Sanchez fechou com o treinador. Então trata-se, digamos, de uma cota presidencial.

Segundo porque Tite é campeão brasileiro. Simples assim. Trata-se do mais ou dos mais concorridos campeonatos de futebol no planeta. E, finalmente, Tite melhorou – e muito bem – o seu currículo, sendo campeão nacional.

Terceiro porque o seu Adenor quer se firmar como um técnico de primeira linha no futebol brasileiro e ele sabe que a chave disso está no título sulamericano, mesma taça tão perseguida pelo Corinthians, ainda que eu, pessoalmente, veja a Libertadores como um torneio normal.

Quarto por fim, porque há, no meu modo de entender futebol, poucos técnicos bons e há muito “ex-técnico”, que ainda permanece em atividade vivendo de um passado que não volta mais. Tite ainda pertence a uma safra nova, assim como Mano Menezes, e que tem muito a dar para o futebol.

Então, seu Adenor, esqueça um pouco de suas origens. Bote o time prá frente e quem fizer mais pontos será, indubitavel e matematicamente, campeão.

A aposentadoria de São Marcos, na visão de um corinthiano 0

A aposentadoria de São Marcos, na visão de um corinthiano


por Sylvio Micelli

Texto originalmente escrito para o Blog Canelada

O Canelada, hoje, rende justas e merecidas homenagens ao goleiro Marcos do Palmeiras, que anunciou sua aposentadoria. O trio de blogueiros palmeirenses – Guilherme de Morais, Mariana Garghetti Buss e Vanessa Dini – já escreveram na condição de torcedores e até o nosso cartunista, caricaturista e artista Juliano Trentin veio tirar sua casquinha.

Vamos, então, à visão do corinthiano. O que eu, justamente torcedor do arquirrival Corinthians posso falar sobre a trajetória deste goleiro? Logo eu que teria inúmeros motivos para “amaldiçoá-lo”, em especial pelas disputas na Libertadores de 1999 e 2000?

Pois bem, meus caros.

Devo agradecer a esse caipira, bom de bola e bom de papo, pelos anos de convívio, independente dos resultados que o time dele ou o meu conquistaram.

Marcos Roberto Silveira Reis, esse “irmão mais velho” que todos gostaríamos de ter, é um patrimônio do futebol mundial. Isso mesmo. Do mundo… É que nós temos mania de valorizar apenas os produtos importados, mas o Marcão é um cara profissional, ético e, sobretudo humilde, e que caberia em qualquer time do mundo.

Marcão faz parte de uma espécie em extinção: a dos jogadores que amam seu clubes e por nada trocam. Quando o Palmeiras foi rebaixado em 2003, o goleiro que era recém campeão do mundo, recebeu proposta do Arsenal (ING) para ir à Europa. Marcos descartou a hipótese. Caiu com o time e o trouxe de volta ao lugar de onde o Palmeiras jamais deveria ter saído, que é a divisão principal do futebol brasileiro.

Marcos sempre deu entrevistas maravilhosas nos bons e maus momentos. Falou a verdade na hora certa. E é por essas e tantas outras, em que pese a brilhante carreira pela Sociedade Esportiva Palmeiras, que Marcos está acima de tudo isso. Ele pertence ao futebol, a esse futebol que o Manifesto Canelada ensina. E é justamente por isso que fará falta.

Então, Marcos… obrigado por tudo! E se o “professor” Valdir Joaquim de Moraes estava aguardando por um sucessor, ele chegou.

Em tempo: muito cortês e profissional a Nota Oficial que o Corinthians publicou em relação à aposentadoria do goleiro Marcos.

2 visitantes online agora
0 visitantes, 2 bots, 0 membros
Máx. de visitantes hoje: 10 às 02:03 am BRT
Este mês: 28 às 06-04-2017 07:36 pm BRT
Este ano: 31 às 03-30-2017 10:25 am BRT
No total: 111 às 03-18-2011 02:35 am BRT