Category: Micelli Publicado

Estado autoriza tratamentos e cirurgias oculares para servidores 0

Estado autoriza tratamentos e cirurgias oculares para servidores

A Comissão do IAMSPE e AOJESP (Associação dos Oficiais de Justiça do Estado de São Paulo) comunicam que, após oito meses, Agenor Vaz, com deslocamento total da retina ocular e risco da cegueira total, iniciou tratamento e exames oftalmológicos no Centro Tranjan, autorizados e pagos pelo Instituto e Secretaria de Gestão Pública do Estado.

No período em que aguardava a oportunidade de fazer o tratamento, o paciente enfrentou momentos difíceis e muitos sofrimentos.

Agenor esteve no Hospital do Servidor Público, em São Paulo, várias vezes, foi atendido, mas, por falta de equipamentos técnicos especializados – no local existem somente aparelhos oftalmológicos obsoletos – os médicos especialistas receitaram colírios como medidas paliativas.

Esteve nos CEAMAS de Marília, Assis, Sorocaba e Bauru para receber o socorro médico e a cada dia perdia a visão, nada conseguindo pelo IAMSPE ou SUS, recebendo sempre a receita de colírios e outros remédios.

Diante de tantas dificuldades procurou o Ministério Público em Ourinhos, sendo atendido pela assistente social Vilma Lima, que o encaminhou aos responsáveis pelos serviços médicos prestados aos servidores públicos na região, Enizal Vieira e Roberto Cesário Bachiega.

A Associação dos Oficiais de Justiça do Estado de São Paulo, através da presidente Yvone Barreiros Moreira, de seus diretores, do Departamento Jurídico e Comissão do IAMSPE, Sylvio Micelli, desencadearam ações junto às autoridades competentes, solicitando providências urgentes para o tratamento não só de Agenor como também de dezenas de outros pacientes com a mesma situação ocular, todos com riscos da perda da visão.

Através deste trabalho, essas entidades conseguiram com o Governo do Estado a autorização para tratamentos e cirurgias em um Centro Especializado, na Capital, e o custo somente para a realização do exame é de R$ 1.800,00 (hum mil e oitocentos reais) em cada paciente.

“Os sistemas de saúde estão precários e existem intenções de melhorar os atendimentos pelo Instituto IAMSPE. Esperamos uma assistência médica completa sem sofrimentos ou humilhações”, esclareceu Agenor.

Segundo Agenor, o apoio da imprensa de Ourinhos, da Comissão do IAMSPE, da assistente social Vilma Lima do Fórum e da AOJESP ajudaram para que finalmente ele fosse atendido como “cidadão brasileiro”.

Fonte: Jornal da Divisa – Ourinhos – 26/09/2008

5 visitantes online agora
0 visitantes, 5 bots, 0 membros
Máx. de visitantes hoje: 10 às 02:03 am BRT
Este mês: 28 às 06-04-2017 07:36 pm BRT
Este ano: 31 às 03-30-2017 10:25 am BRT
No total: 111 às 03-18-2011 02:35 am BRT