Category: Micelli Publicado

Em amistoso movimentado, Flamengo e Corinthians empatam por 2 a 2 0

Em amistoso movimentado, Flamengo e Corinthians empatam por 2 a 2


por Sylvio Micelli

Texto originalmente escrito para o Blog Canelada

Ouça os gols da partida com a narração de José Maia e reportagens de PH Dragani da Rádio Bandeirantes

Corinthians 1 X 0 Flamengo – Alex

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


Corinthians 2 X 0 Flamengo – Liédson

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


Corinthians 2 X 1 Flamengo – Bottinelli

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


Corinthians 2 X 2 Flamengo – Negueba

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


Ouça os gols da partida com a narração de Nilson César, reportagens de Fábio Seródio e comentários de Flávio Prado da Rádio Jovem Pan

Corinthians 1 X 0 Flamengo – Alex

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


Corinthians 2 X 0 Flamengo – Liédson

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


Corinthians 2 X 1 Flamengo – Bottinelli

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


Corinthians 2 X 2 Flamengo – Negueba

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.


Lead

A estreia do Sport Club Corinthians Paulista na temporada 2012 foi marcada por um empate diante do Clube de Regatas Flamengo. O jogo amistoso foi disputado no estádio do Café em Londrina (PR) e contou com a presença de bom público, reflexo das duas maiores torcidas do País. O Timão dominou o primeiro tempo e fez 2 a 0. Na etapa final, apenas com jogadores reservas, o time carioca chegou ao empate.


O jogo

Foram dois tempos distintos. No primeiro, jogaram as equipes titulares dos dois clubes. Na etapa final, os onze jogadores de Corinthians e Flamengo foram substituídos.

No primeiro tempo deu Corinthians. No segundo, prevaleceu o Flamengo. Ou seja: o Timão não tem (ou tem poucos) problemas com seu elenco titular. Já o Flamengo precisa colocar alguns reservas na condição de titular.

Na primeira etapa, em que pese maior posse de bola, o time carioca mostrou ser refém de Ronaldo Gaúcho e da correria de Deivid e de Itamar. Por sinal, Itamar que jogou no Palmeiras, mas fez carreira na Coreia do Sul e no México perdeu um gol incrível, mandando uma bola de cabeça para fora, de frente ao gol, livre de marcação. O clube carioca também sentiu muita falta de Thiago Neves, cuja negociação com o Fluminense é tida como certa.

De forma compacta e muito bem entrosado, o Corinthians foi colocando seu jogo em campo e abriu o placar aos 26 minutos. Numa bola rebatida da defesa rubro-negra, Alex mandou no ângulo, sem chance para Felipe e fez Timão 1 a 0.

O Flamengo continuava com as faltas cobradas por Ronaldo Gaúcho e a defesa corinthiana ainda mostra falhas em bolas aéreas, mas nada que assustasse o Corinthians.

No final do primeiro tempo, Liédson fez 2 a 0. Ele recebeu cruzamento de Fábio Santos dominou na entrada da área e mesmo marcado e caído, tocou no cantinho do goleiro do Flamengo.

Analisando-se o primeiro tempo, o time do Corinthians é esse. Poderá, eventualmente, haver alguma alteração na posição de Danilo ou Emerson, mas o time para o primeiro semestre (leia-se Libertadores) é esse. Só haverá alguma mudança radical se o Timão trouxer algum nome de peso o que, sinceramente, não acho que vá acontecer.


O “segundo” jogo

O segundo tempo foi uma outra história com jogadores reservas de ambos os lados. Sem o mesmo entrosamento da equipe titular, os reservas do Corinthians foram muito lentos e não souberam aproveitar a oportunidade que tiveram. Destaques ficam com Nenê Bonilha que jogou improvisado na lateral direita, Edenílson que mostrou a disposição de sempre e Willian, que está mais para titular que para reserva e deve brigar com Danilo pela posição.

Jorge Henrique esteve bem abaixo do seu potencial e Adriano pouco pegou na bola. A rigor, a única oportunidade de gol do Corinthians foi uma boa falta batida por Chicão e só.

Os reservas do Flamengo foram mais rápidos. Contando as boas jogadas de Bottinelli e a correria de Negueba e Lucas, o Mengão chegou ao empate.

Aos 22 minutos, em ótima jogada de Lucas, a bola sobrou para Bottinelli que, com categoria, tocou por cima de Danilo. Treze minutos depois, Magal faz ótima jogada pela esquerda, Wallace tentou tirar, mas deu passe para Negueba mandar para o fundo das redes, empatando a partida.

No finalzinho do jogo, Negueba teve a chance de virar o jogo. Cara a cara com o goleiro, depois de uma bola alçada pela defesa, o atacante ficou sem saber se chutava ou encobria e mandou a bola para a linha de fundo.

Não acompanho o dia-a-dia do Flamengo, mas parece-me que Bottinelli, Lucas e Negueba jogam fácil no time principal.

O Timão deve levar de aprendizado que, um bom elenco é formado por onze jogadores e mais um grupo de trabalho. Claro que há qualidade nos reservas, mas há muito trabalho a fazer.

Enfim, um grande jogo para começar bem o ano e o Timão volta à campo na quarta, contra a Lusa para a entrega de faixas no Pacaembu.


Ficha Técnica

Na história:
120 jogos – 46 vitórias do Corinthians X 47 vitórias do Flamengo e 27 empates
Corinthians: 183 gols X Flamengo: 192 gols

Jogo 01/2012 – 0 V – 1 E – 0 D – 2 GF – 2 GC – SG 0
Artilheiros: Alex e Liédson (1 gol cada)


CLUBE DE REGATAS FLAMENGO 2 X 2 SPORT CLUB CORINTHIANS PAULISTA

Competição: Amistoso Nacional
Rodada: Única
Local: Estádio Municipal Jacy Sacff [Estádio do Café], Londrina (PR)
Data: 15 de janeiro de 2012

Árbitro: Leandro Júnior Hermes (PR)
Assistentes: Rafael Trombeta e Adair Mondini (ambos do PR)
Público e renda: não divulgados
Cartões amarelos: Paulo André [C]; Muralha, Gustavo e João Felipe [D]

Gols: Alex [C] (26′), Liédson [C] (45′ + 1′); Bottinelli [F] (67′), Negueba [F] (81′)

FLAMENGO: Felipe (João Vitor), Léo Moura (João Felipe), Alex Silva (David Braz), Welington (Gustavo) e Júnior César (Magal); Airton (Luiz Antonio), Willians (Camacho), Renato Abreu (Muralha) e Ronaldinho Gaúcho (Botinelli); Itamar (Negueba) e Deivid (Lucas)
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

CORINTHIANS: Júlio César (Danilo Fernandes), Alessandro (Nene Bonilha), Paulo André (Chicão), Leandro Castan (Wallace) e Fábio Santos (Ramon); Ralf (William Arão), Paulinho (Edenílson), Alex (Luís Ramirez) e Danilo (Jorge Henrique); Emerson (Willian) e Liédson (Adriano)
Técnico (interino): Cleber Xavier

PRÓXIMA PARTIDA:

CORINTHIANS X PORTUGUESA – AMISTOSO NACIONAL
QUARTA – 18 DE JANEIRO DE 2012 – ESTÁDIO DO PACAEMBU, SÃO PAULO

Hoje… o Sport Club Corinthians Paulista volta a campo! 0

Hoje… o Sport Club Corinthians Paulista volta a campo!


por Sylvio Micelli

Texto originalmente escrito para o Blog Canelada

Depois de 42 longos e enfadonhos dias, o mais amado e odiado clube do planeta – o Sport Club Corinthians Paulista – volta a campo. Claro que a molecada já está em plena atividade e defende, com competência e galhardia, o nosso nome com quatro vitórias pela Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Mas hoje, a “bagaça” é outra.

Daqui a pouco, em Londrina, no glorioso Estádio do Café entrará em campo muito mais que onze jogadores, reservas e comissão técnica.

Serão mais de 30 milhões de corações batendo mais forte, serão mais de 30 milhões de pessoas torcendo, gritando, cantando, chorando…

Isso porque o Clube do Povo estará nos gramados.

Serão 101 anos de história, um título mundial, dez campeonatos nacionais, cinco torneios regionais e nada menos que 26 paulistas, o mais disputado campeonato regional do país.

Mas nada disso importa e também pouco importa se a camisa é branca, preta, vermelha, roxa ou qualquer outra cor que inventarem. O que importa é aquele escudo que os guerreiros levarão a campo para que mais uma página seja escrita na história alvinegra.

Que o ano de 2012, Corinthians, seja pleno em realizações. Mas, se os títulos não vieram, pouco importa, o fato de ter estado com você, já terá valido a pena.

Você não é corinthiano? Então tá. Você nunca enterá, o que eu acabei de escrever… E não me venha dizer que você sente a mesma coisa pelo seu time. Claro que você sente e eu respeito isso.

Mas aqui, repito… a “bagaça” é outra!

Corinthians e Flamengo: o clássico das multidões no Paraná 0

Corinthians e Flamengo: o clássico das multidões no Paraná


por Sylvio Micelli

Texto originalmente escrito para o Blog Canelada

Um amistoso nacional entre as duas equipes mais brasileiras, de maior torcida, mídia etc, marca a estreia do Timão em 2012. Flamengo e Corinthians jogam no estádio do Café, na belíssima Londrina no interior do Paraná.

É começo de ano, o elenco do Corinthians ainda não está fechado e Tite começa a analisar os times que deverá montar para o Campeonato Paulista, cujo início será na próxima semana e a Libertadores que, para o Timão, se inicia em 15 de fevereiro.

Tite, por sinal, foi vetado pelo departamento médico e não estará no banco. O treinador recupera-se de uma cirurgia realizada na semana passada. O técnico interino Cleber Xavier deve iniciar o jogo com o time campeão brasileiro de 2011: Julio Cesar; Alessandro, Paulo André, Leandro Castan e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Alex e Danilo; Liédson e Emerson Sheik.


A história

O “Clássico das Multidões” demonstra grande equilíbrio. Foram 119 jogos. O Timão venceu 46 vezes, o Mengo ganhou 47 e há 26 empates. O alvinegro marcou 181 gols e o rubro-negro fez 190.

A disputa é histórica é foi iniciada em 1º de dezembro de 1918. O Timão venceu o Mengo por 2 a 1, no estádio da rua Paissandu, no Rio de Janeiro. A partida foi arbitrada por Frederico Ávila Mello e o alvinegro venceu de virada. Carlos Araújo marcou para os cariocas. Neco e Amilcar fizeram os gols paulistas. A maior goleada do Corinthians foi um 6 a 0 no Torneio Rio-São Paulo de 1953, devolvendo a maior goleada rubro-negra, no mesmo torneio. Em 1949, o Mengão fez 6 a 2.

O mais recente encontro entre as duas equipes foi pelo segundo turno do Campeonato Brasileiro de 2011 e o Timão venceu por 2 a 1 e mais uma vez de virada. Em 8 de setembro, jogando no Pacaembu, Deivid fez 1 a 0 e Liédson fez os dois gols da virada.

Apesar de tanta história, o único título cuja final foi entre as duas equipes foi a Supercopa do Brasil de 1991 que era uma taça disputada entre o campeão do Campeonato Brasileiro (Corinthians) e o campeão da Copa do Brasil (Flamengo) do ano anterior. O Timão ficou com o título ao derrotar o Flamengo por 1 a 0 com gol marcado por Neto.


O estádio

O Estádio Municipal Jacy Scaff, mais conhecido como Estádio do Café, é um estádio de futebol localizado na cidade de Londrina, Paraná, de propriedade da Prefeitura Municipal. Os últimos jogos do Corinthians no local ocorreram em 2010 no torneio Cidade de Londrina. O Timão venceu o Iraty por 1 a 0, gol de Jorge Henrique e foi derrotado pelo Atlético (PR) pela contagem mínima com gol de Jean. Antes, em 2008, o Corinthians enfrentou o Marília pela série B do Campeonato Brasileiro daquele ano. O jogo, cujo mando era da equipe do Interior, terminou 1 a 1. Fábio Ferreira marcou para o Corinthians e Altair empatou para o Marília.


Ficha Técnica – Jogo 1/2012

CLUBE DE REGATAS FLAMENGO X SPORT CLUB CORINTHIANS PAULISTA

Competição: Amistoso Nacional
Rodada: Única
Local: Estádio Municipal Jacy Sacff [Estádio do Café], Londrina (PR)
Data: 15 de janeiro de 2012

Árbitro: Leandro Júnior Hermes (PR)
Assistentes: Rafael Trombeta e Adair Mondini (ambos do PR)

FLAMENGO: Felipe; Léo Moura, Alex Silva, Welinton e Júnior César; Willians, Luiz Antônio, Renato Abreu e Ronaldinho Gaúcho; Deivid e Itamar
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

CORINTHIANS: Júlio César; Alessandro, Paulo André, Leandro Castan e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Alex e Danilo; Liédson e Emerson
Técnico (interino): Cleber Xavier

Timão na Copinha e a necessidade de vencer o “velho” Moleque Travesso 0

Timão na Copinha e a necessidade de vencer o “velho” Moleque Travesso


por Sylvio Micelli

Texto originalmente escrito para o Blog Canelada

Historicamente, o Sport Club Corinthians Paulista nunca teve vida fácil diante do Clube Atlético Juventus da nossa tão querida, amada e bella Mooca. O apelido “Moleque Travesso” da mais linda camisa grená vem, justamente, daquilo que o time da gloriosa Rua Javari aprontava contra os “grandes”. E o Corinthians era o alvo favorito. Tudo começou em 14 de setembro de 1930, quando o Juventus “ousou” vencer a forte equipe corintiana em pleno Parque São Jorge por 2 a 1, com gols marcados por Nico e Piola. Por sinal, o Timão foi campeão paulista daquele ano.

Do apelido “Moleque Travesso”, imortalizado pelo jornalista esportivo Thomas Mazzoni, nasceu a mística e, em que pese o Juventus não estar no seu lugar devido – a elite do futebol paulista – Corinthians e Juventus sempre revivem essas histórias.

A verdade, meus corinthianos e meus juventinos de coração, que o Timãozinho entra em campo nesta terça (10) pela 3ª rodada da 43ª edição da Copa São Paulo de Futebol Júnior com a necessidade de vencer a história e o Juventus para se classificar em primeiro lugar do seu grupo. O “Moleque” lidera a chave nos critérios de desempate pois goleou a Desportiva (ES – 6X0) e o Santos (PB – 6X1). Marcou 12 gols, um a mais que o Timão e tem o mesmo saldo de 11 gols.

O Corinthians também venceu o Santos (PB – 9X0) e a Desportiva (ES – 2X0). Mas caso Corinthians e Juventus empatem, o Moleque Travesso se classifica direto e o Corinthians terá que aguardar a classificação entre os nove melhores segundos colocados conforme os índices técnicos.

Após poupar alguns jogadores na segunda rodada, o técnico corinthiano Narciso deve iniciar o jogo com o mesmo time que estreou com goleada na Copinha: Matheus, Cristiano, Antonio Carlos, Marquinhos e Denner; Anderson, Gomes, Giovanne e Mateuzinho; Leandro, Fernandinho e Wesley.

O confronto será às 16 horas contra o Juventus (SP), com transmissão pela Sportv, ESPN, Band Sports e TV Corinthians. Antes, às 14 horas, Desportiva Capixaba e Santos da Paraíba se despedem da competição.

Força, molecada!

Messi! Messi! Messi! 0

Messi! Messi! Messi!


por Sylvio Micelli

Texto originalmente escrito para o Blog Canelada

E a Bola de Ouro de 2011 vai para…

Era meio óbvio. Todos sabiam que estavam lá apenas como figurantes. O Cristiano Ronaldo, o Xavi, as jogadoras, enfim todos.

Lionel Andrés Messi atinge, aos 24 anos, uma marca histórica. Iguala-se a outros gênios do futebol como Johan Cruyff (1971, 1973 e 1974), Michel Platini (1982, 1983 e 1984), Marco van Basten (1988, 1989 e 1992), Ronaldo Nazário (1996, 1997 e 2002) e Zinédine Zidane (1998, 2000 e 2003). Só isso. E não duvido que ele venha a ganhar mais uma Bola de Ouro para transformar-se no maior jogador deste milênio, quando o assunto é bola. Messi já fez mais que o antológico Don Diego Armando Maradona. E olha que Maradona, aos 24, não tinha feito pouco.

E Messi ainda tem uns bons 10 anos ou mais pela frente.

Sempre é preciso lembrar que existe, por boa parte dos brasileiros, um certo despeito ao Messi, pelo fato dele ser argentino, naquela rivalidade regional besta que muitos nutrem.

Muitos críticos dizem que Messi é produto de mídia. Pois bem. Ele é mídia, pela capacidade que tem. Business, meus caros. Cansei de escrever, aqui e alhures, que o Corinthians não é o time “queridinho” da mídia. A mídia quer o Corinthians, para o bem ou para o mal, por minha causa e por mais de 30 milhões de consumidores. O dia que os outros times atingirem essas marcas, a mídia vira a casaca facinho…

Muitos, com dor de cotovelo, dizem que Messi precisa arrebentar na seleção argentina. Os gênios que citei – Johan Cruyff, Michel Platini e Marco van Basten – foram jogadores nota 9,9 e não foram campeões do mundo porque a bola, nem sempre é justa e os companheiros, nem sempre ajudam. Ronaldo ganhou e tinha um grupo muito bom e Zidane também venceu sendo o maestro da sua equipe. Pode ser que Messi não seja campeão do mundo com a Argentina, mas ele tem aí umas três copas do mundo para ganhar (2014, 2018, 2022).

Muitos, já com a faca nos dentes, dizem que jogar no Barcelona é fácil. Será? É preciso ser um jogador no mínimo nota 9, para estar num time que beira a perfeição.

Muitos espalham, pelas redes sociais, um #chupamessi porque o gol mais bonito de 2011 não foi o dele e sim, e merecidamente, o de Neymar. Que rivalidadezinha boba… Chegará o tempo de Neymar, que ainda tem apenas 19 anos…

Mas enquanto muitos dizem, blasfemam, surtam e se revoltam, Messi faz. Faz gols, arrebenta defesas e nivela todos os seus adversários por baixo.

E como isso faz bem para o futebol!

8 visitantes online agora
0 visitantes, 8 bots, 0 membros
Máx. de visitantes hoje: 13 às 09:33 am BRST
Este mês: 26 às 10-06-2017 06:47 am BRT
Este ano: 31 às 03-30-2017 10:25 am BRT
No total: 111 às 03-18-2011 02:35 am BRT