Tagged: Sylvio Micelli

Comissão Consultiva Mista do Iamspe realizará VIII Encontro Estadual no final do mês 0

Comissão Consultiva Mista do Iamspe realizará VIII Encontro Estadual no final do mês

A Comissão Consultiva Mista do Iamspe, plenária de Entidades do Funcionalismo que milita em prol do Instituto de Assistência Médica ao Servidor Estadual, realizará seu VIII Encontro Estadual, intitulado “Iamspe e Funcionalismo: Descentralização, Ampliação e Participação”. O evento acontece nos dias 23, 24 e 25 de novembro no Anfiteatro “A” – Nemésio Bailão do Hospital do Servidor Público Estadual (HSPE) – Francisco Morato de Oliveira, situado na Rua Pedro de Toledo, 1800 – 15º andar, no bairro do Ibirapuera, São Paulo.

Segundo Sylvio Micelli, vice-presidente da Associação dos Servidores do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (Assetj) e que preside a Comissão, o encontro é a continuidade de um trabalho iniciado pela comissão há sete anos. “Desde 2004, quando iniciamos os encontros estaduais, a proposta sempre foi discutir a saúde do funcionalismo público com palestras que dessem subsídios ao nosso trabalho. Acho que logramos êxito até aqui”, opina.

O jornalista acredita que o encontro manterá a consistência e maturidade aos debates que a CCM Iamspe realiza há quase três décadas. “Nossa missão é defender o usuário do Instituto e para tanto não medimos esforços em ter importantes discussões, sempre com o objetivo de melhorar e ampliar a prestação do atendimento médico e ambulatorial aos nossos servidores, dependentes e agregados”, opina.


Da homoafetividade à comunicação sindical

A abertura do evento terá a participação do Coral do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp), entidade participante da CCM Iamspe.

Os temas abordados no encontro versarão sobre questões homoafetivas, cuidados paliativos e os participantes terão um curso de comunicação sindical com professor Vito Giannotti do Núcleo Piratininga de Comunicação. Haverá, ainda, debates sobre a questão dos agregados e dos aposentados que saíram do Instituto.


Inscrições

A participação no Encontro é restrita a representantes indicados por suas associações, sindicatos, comissões regionais e municipais. Mais informações podem ser obtidas com a secretária da CCM Iamspe, Nilze Berger pelos telefones (11) 5088-8940 / 8952. As inscrições encerram-se no próximo dia 11 de novembro.

Confira a programação do evento

1º DIA – 23/11/2010 – quarta-feira

08:30 – Café e Credenciamento

09:00 – Apresentação do Coral do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp)

09:30 – Abertura Oficial do VIII Encontro Estadual da CCM – “IAMSPE e Funcionalismo: Descentralização, Ampliação e Participação”

Convidados:
Geraldo Alckmin – Governador do Estado de São Paulo
Julio Semeghini – Secretário de Estado de Gestão Pública
Giovanni Guido Cerri – Secretário de Estado da Saúde
José Antonio Barros Munhoz – Presidente da Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo
Marcos Martins – Presidente da Frente Parlamentar em Defesa do Iamspe
Latif Abrão Júnior – Superintendente do Iamspe
Sylvio Micelli – Presidente da Comissão Consultiva Mista do Iamspe

10:30 – Aprovação do Regimento do VIII Encontro Estadual da CCM – “IAMSPE e Funcionalismo: Descentralização, Ampliação e Participação”

10:45 – Painel de Debates: “A reabertura do prazo de inscrição para agregados e o retorno dos aposentados ao Iamspe – A posição da CCM Iamspe”

Mediadores:
José Luiz Moreno Prado Leite – 1º Vice-Presidente da Comissão Consultiva Mista do Iamspe (CCM)
João Elísio Fonseca – 2º Vice-Presidente da Comissão Consultiva Mista do Iamspe (CCM)

12:30 – Intervalo para Almoço

14:00 – Palestra I: “Relações Homoafetivas no Funcionalismo – Legislação, Convivência e Respeito Mútuo”
Apresentação: José Carlos Bueno do Prado – Secretário Geral do Sindicato dos Funcionários e Servidores da Educação (Afuse)

Mediadoras:
Célia Regina Palma Martins – Coordenadora da Capital da Comissão Consultiva Mista do Iamspe (CCM)
Maria da Guarda Rocha – Coordenadora da Capital da Comissão Consultiva Mista do Iamspe (CCM)

15:30 – Coffee-break

16:00 – Palestra II: “Cuidados Paliativos e Envelhecimento”
Apresentação: Maria Goretti Sales Maciel – Coordenadora do Programa Cuidados Paliativos do HSPE/FMO

Mediadoras:
Maria Antonia de Oliveira Vedovato – Coordenadora da Grande São Paulo da Comissão Consultiva Mista do Iamspe (CCM)
Rosalina Chinone – Coordenadora da Grande São Paulo da Comissão Consultiva Mista do Iamspe (CCM)

17:30 – Encerramento

2º DIA – 24/11/2010 – quinta-feira

08:30 – Café

09:00 – Curso: “Comunicação Sindical e a relação com o Funcionalismo – Criatividade, Inovações e Desafios no séc. XXI”
Apresentação: Professor Vito Giannotti – Coordenador Núcleo Piratininga de Comunicação (Rio de Janeiro/RJ)

Mediadores do período da manhã:
Luiz da Silva Filho – Coordenador do Interior da Comissão Consultiva Mista do Iamspe (CCM)
Idenilde de Almeida Conceição – Coordenadora do Interior da Comissão Consultiva Mista do Iamspe (CCM)

Mediadores do período da tarde:
Guilherme Coelho de Souza Nascimento – Coordenador do Litoral da Comissão Consultiva Mista do Iamspe (CCM)
Jupyra Dias de Campos Junqueira – Coordenadora do Litoral da Comissão Consultiva Mista do Iamspe (CCM)

13:00 – Intervalo para Almoço

16:00 – Coffee-break

19:00 – Jantar de Confraternização

3º DIA – 25/11/2010 – sexta-feira

08:30 – Café

09:00 – Reunião de Grupos para discussão da propostas

10:30 – Apresentação dos resultados de trabalho dos grupos

12:00 – Aprovação do Relatório Final do VIII Encontro Estadual da CCM – “IAMSPE e Funcionalismo: Descentralização, Ampliação e Participação”

CCM Iamspe realizará, nesta semana, cinco audiências na região de Barretos e Rio Preto 0

CCM Iamspe realizará, nesta semana, cinco audiências na região de Barretos e Rio Preto

A Comissão Consultiva Mista do Iamspe, plenária de entidades do funcionalismo que milita em prol do Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual realizará nos dias 8 e 9, terça e quarta desta semana, cinco audiências no Interior paulista. Os encontros serão nas cidades de Catanduva, Barretos, São José do Rio Preto, Votuporanga e Fernandópolis (confira abaixo).

O presidente estadual da CCM Iamspe, Sylvio Micelli, destaca que os encontros tem a finalidade de colocar em pauta, a saúde do funcionalismo. “Muitas vezes, há uma distância do usuário em relação ao Iamspe e o que a CCM faz é trazer representantes da instituição para conferir os problemas e as carências desses servidores e dar oportunidade ao usuário de se manifestar”, acredita.

O presidente da CCM Iamspe afirma que o caminho permanente do trabalho é a descentralização. “Há mais de três anos, a atual administração do Iamspe vem ampliando o atendimento por meio de convênios com médicos e clínicas, mas há muito por fazer e isso só poderá ocorrer com mais recursos, que estamos batalhando junto à Assembleia Legislativa e ao Governo do Estado”.

A realização de audiências públicas é uma prática constante no trabalho da CCM Iamspe que, só em 2011, já fez encontros na região do Oeste Paulista, no Litoral Sul do estado de São Paulo e na Capital. A CCM ainda participou da maioria das audiências da Comissão de Finanças e Orçamento da Assembleia Legislativa, com o intuito de defender o aumento de recursos para o Iamspe.

Ainda em 2011, há audiências já confirmadas para o dia 18 de novembro, nas cidades de Campos do Jordão e Caraguatatuba, além do VIII Encontro Estadual que acontece no final desse mês na Capital.

Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (11) 5088-8940 / 8952, pelo e-mail ccm@iamspe.sp.gov.br ou pelo blog da CCM na Internet no endereço http://ccmiamspe.blogspot.com/.

  • CATANDUVA – 08/11 – 14 horas Escola Barão do Rio Branco – Rua Recife em frente à Praça Roosevelt, 143 – Centro

  • BARRETOS – 08/11 – 19 horas Câmara Municipal – Rua 16, 730 – Centro

  • SÃO JOSÉ DO RIO PRETO – 09/11 – 9 horas OAB – Avenida Brigadeiro Faria Lima, 5853

  • VOTUPORANGA – 09/11 – 14 horas Centro do Professorado Paulista (CPP) – Rua Amazonas, 2658 – Centro

  • FERNANDÓPOLIS – 09/11 – 19 horas Câmara Municipal – Rua Espírito Santo, 320 – Centro
CCM Iamspe se reúne com prefeito de Santos 0

CCM Iamspe se reúne com prefeito de Santos

CONFIRA FOTOS DA REUNIÃO

A regional de Santos da Comissão Consultiva Mista do Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual (Iamspe) reuniu-se, na tarde desta quinta (3), com o prefeito de Santos, João Paulo Tavares Papa. Em pauta foram tratados assuntos sobre a prestação do atendimento médico a servidores públicos de Santos e de toda a Baixada Santista.

O encontro, intermediado pelo vereador santista Marcelo Costa Del Bosco Amaral (PPS), nasceu da audiência pública realizada na cidade em junho passado e que foi promovida pela Comissão Regional de Santos e pela Coordenadoria do Litoral da CCM Iamspe que, além de Santos, também realizou uma audiência na cidade de Mongaguá.

Os representantes dos servidores tiveram a oportunidade de relatar a carência do atendimento do funcionalismo público no Litoral e pediram que a prefeitura intermediasse conversas com prestadores locais, como a Santa Casa de Santos e outros hospitais.

O prefeito alegou que o problema de saúde em Santos não atinge apenas os servidores públicos e que há uma carência de atendimento na região. Chegou a afirmar que, para entrar dentro dos padrões internacionais de atendimento, a Baixada Santista precisaria criar mais 2 mil leitos, o que seria quase dobrar a capacidade atual de 3 mil. Tavares Papa sugeriu uma possibilidade futura de convênio com o antigo Hospital dos Estivadores e que foi adquirido pela Prefeitura. A ideia, porém, é a médio, longo prazo.

Ao encontro compareceram Latif Abrão Júnior, superintendente do Iamspe; Wagner Magosso, diretor de rede do Decam (Departamento de Convênios); José Roberto Rizzo, diretor do Ceama de Santos (Centro de Atendimento Médico); todos representando a instituição. Latif falou das dificuldades em fechar um convênio hospitalar na cidade, o que dificulta o atendimento de quase 35 mil vidas que estão vinculadas ao Iamspe na Baixada e, também, pediu que o prefeito auxiliasse o funcionalismo.

Pela CCM Iamspe compareceram Enio Pinto de Almeida (Centro Associativo dos Profissionais de Ensino do Estado de São Paulo – Capesp), presidente da CR CCM Santos; Neyde Silva Nascimento (Associação dos Professores Aposentados do Magistério Público do Estado de São Paulo – Apampesp); vice-presidente da CR CCM Santos; Hugo Coviello (Associação de Base dos Funcionários e Servidores do Poder Judiciário de São Paulo – Assojubs), secretário da CR CCM Santos; Guilherme Coelho de Souza Nascimento (Centro Associativo dos Profissionais de Ensino do Estado de São Paulo – Capesp), coordenador do Litoral da CCM Estadual e Sylvio Micelli (Associação dos Servidores do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo – Assetj), presidente estadual da CCM Iamspe.


Histórico

Desde 1988 os servidores estaduais contam apenas com o Sistema Único de Saúde (SUS) para serem atendidos nas cidades da Região Metropolitana da Baixada Santista [Bertioga, Cubatão, Guarujá, Itanhaém, Mongaguá, Peruíbe, Praia Grande, Santos e São Vicente). Em todo estado existem um milhão e trezentos mil servidores e dependentes ligados ao Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual (Iamspe). Na região são aproximadamente 35 mil, a maioria composta por aposentados.


Encontro

Depois de ouvir o pedido dos servidores, o prefeito de Santos João Paulo Tavares Papa se mostrou empenhado em conseguir ajudar. “Vou conversar com a mesa diretora da Santa Casa de Santos, hospital onde temos um convênio com o município para que se consiga um acordo semelhante com os servidores estaduais”. O Superintendente do Iamspe acredita que um futuro convênio vai auxiliar a cidade de Santos. “Hoje os servidores precisam ser atendidos no SUS, caso nós consigamos uma parceria mais de trinta e cinco mil pessoas iriam desafogar os leitos da rede”.


Dificuldade

Entraves como a falta de documentação e principalmente estrutura dos hospitais dificultam o convênio pago pelo Instituto por meio de tabela. Os representantes, que estiveram no gabinete do prefeito, junto com o vereador Marcelo Del Bosco também acreditam numa futura parceria com o Hospital dos Estivadores. “É mais uma estrutura que vai ser incorporada ao município e um convênio desse tipo só vai fortalecer a administração do hospital”, defende Del Bosco. O prefeito João Paulo Papa não descarta essa possibilidade. “Ainda vamos ver quais os moldes que o Hospital dos Estivadores vai atender a população de Santos, mas podemos pensar em futuros convênios”, explica.

Informou a CCM Iamspe com dados da Assessoria de Imprensa do vereador Marcelo Del Bosco

XXIII EEJAC aponta necessidade de organizar os assessores de imprensa do serviço público 0

XXIII EEJAC aponta necessidade de organizar os assessores de imprensa do serviço público

por Ana Paula Carrion
Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo

Terminou na manhã deste último domingo, dia 28 de agosto, o XXIII Encontro Estadual de Jornalistas em Assessoria de Imprensa e Comunicação (EEJAC) que reuniu na cidade do Guarujá, litoral paulista, mais de 80 profissionais da área. Durante o evento foi discutido o papel do assessor de imprensa em tempos de crescimento econômico, e entre as resoluções foi apontada a necessidade de aprofundar a discussão deste tipo de profissional no serviço público, com a implantação do cargo de jornalista em concursos, com jornada de trabalho e salários da categoria.

Segundo o presidente do Sindicato dos Jornalistas no Estado de São Paulo, José Augusto Camargo (Guto), que apresentou painel sobre o tema “a organização dos trabalhadores de assessoria no serviço público é muito importante porque grande parte deles atua nesse meio e a maioria está desprotegida e fora das regras que regem a categoria”.

O coordenador da Comissão Permanente e Aberta de Jornalistas em Assessoria de Comunicação (CPAJAC) do Sindicato, Sylvio Micelli, diretor de Imprensa da Federação das Entidades de Servidores Públicos do Estado de São Paulo, também ressaltou a importância da discussão do tema e disse ter um grande desvio de função no serviço público.

Já a secretária de Sindicalização, Márcia Quintanilha, uma das organizadoras do evento, lembrou a luta histórica dos assessores de imprensa pela unificação do piso – na Capital, Litoral e Interior – e disse que seria um retrocesso político dividi-los conforme a última proposta patronal apresentada durante a Campanha Salarial. “Nossa luta é pela unificação geral de todos os pisos do segmento da comunicação tanto para jornais, revistas, rádio e TV. Esta é a meta da campanha salarial dos jornalistas em 2011 e não iremos de forma alguma retroceder”, enfatizou.

Os jornalistas também decidiram pela ampliação do conhecimento das mídias sociais e criação de protocolo de uso para elas, fortalecimento de mídias regionais, qualificação de profissionais no segmento de marketing político e pressão de parlamentares e opinião pública para aprovação das PECs do Diploma no Congresso que restabelece a obrigatoriedade do diploma para exercício da profissão (leia abaixo a íntegra da carta do Guarujá).

O documento será guia para formulação da tese estadual que será apresentada no Encontro Nacional de Jornalistas em Assessoria de Comunicação (ENJAC), previsto para ocorrer de 13 a 15 de outubro, no Rio Grande do Norte, na cidade de Natal e que terá como tema a “Liberdade de Expressão e o Jornalismo em Assessoria de Imprensa”.
Palestrantes do EEJAC

Entre os palestrantes participaram o diretor Adjunto da Diretoria de Estudos e Políticas do Estado, das Instituições e da Democracia do IPEA, Antonio Lassance, que apresentou um panorama da comunicação e das telecomunicações no Brasil; o professor e consultor de marketing, Gaudêncio Torquato; que abordou o trabalho do assessor de imprensa no marketing político; o atual secretário de imprensa da Presidência da República, José Ramos Filho, que apresentou o trabalho de assessoria de imprensa da SECOM e o professor Gilberto Lorenzon que tratou do tema de mídias sociais e o gerenciamento de problemas destas ferramentas. A prefeita do Guarujá, Maria Antonieta de Britto (PMDB) também saudou o evento.

Também participaram do XXIII EEJAC o presidente da Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ), Celso Schöreder; o secretário Geral do Sindicato, André Freire; o secretário de Finanças, Kepler Polamarçuk; a secretária de Relações Sindicais e Sociais, Evany Sessa e entre os diretores estavam presentes, Alcimir do Carmo, Carlos Ratton ( Santos), Neusa Melo (Vale do Paraiba, Litoral Norte e Mantiqueira) e Denise Santana Fon, da Comissão de Ética do Sindicato e uma das fundadoras da CPAJAC.

Além da Carta do Guarujá, a plenária aprovou duas moções: uma em homenagem ao jornalista Paulo Vieira Lima, um dos fundadores da CPAJAC e que prestou relevantes serviços à categoria e a outra em apoio aos estudantes chilenos que tem se manifestado contrariamente ao governo de Sebastián Piñera.

Veja abaixo o documento aprovado pelos participantes no XXIII EEJAC

“Carta do Guarujá (SP)

Nós, jornalistas, vivemos ainda, numa situação de instabilidade no que diz respeito à desregulamentação da profissão de Jornalista e, nesse sentido, o XXIII EEJAC cumpre o seu papel de colocar em debate as questões pertinentes ao ambiente profissional e sindical, levando-se em conta o tema: “Assessoria de Imprensa – O Papel da Comunicação em um Ambiente de Crescimento Econômico”.

Assim, os jornalistas em Assessoria de Comunicação, reunidos na cidade do Guarujá, em São Paulo, entre os dias 26 e 28 de agosto de 2011, decidem:

– O piso unificado de Assessoria de Imprensa é uma conquista histórica, que deve ser preservada e estendida a todos os segmentos da categoria.

– Ampliar o conhecimento para lidar, de maneira ainda mais eficiente, com as mídias sociais e trabalhar em prol de mecanismos para a criação de um protocolo de uso das mesmas;

– Apoio à luta para a constituição da Comissão da Verdade e Justiça no âmbito do Congresso Nacional, em constante defesa da liberdade de expressão, tão essencial ao exercício da profissão de jornalista;

– Trabalhar pela realização de concursos públicos para o provimento do cargo de jornalista diplomado, de forma transparente, salvaguardando as conquistas e os direitos históricos de nossa categoria;

– Buscar o fortalecimento das mídias regionais capacitando os jornalistas profissionais para atender, localmente, às demandas globalizadas;

– Investir na capacitação dos profissionais para qualificação no segmento do marketing político, como área com crescente demanda no mercado profissional brasileiro;

– Permanecer em constante mobilização a pressionar os setores políticos e a opinião pública, para restabelecer a obrigatoriedade do diploma, em nível superior, para o exercício da profissão de jornalista, assim como a implantação de um Conselho Profissional dos Jornalistas.

Guarujá, agosto de 2011″

CCM Iamspe: na Capital audiência discute sistema de saúde a servidores do Estado 0

CCM Iamspe: na Capital audiência discute sistema de saúde a servidores do Estado

OUÇA A ENTREVISTA DE SYLVIO MICELLI E CARLOS NEDER À RÁDIO CÂMARA

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

A Câmara Municipal recebeu nesta segunda-feira (22) uma audiência pública para discutir o atendimento de saúde a servidores públicos estaduais na Capital e Grande São Paulo. O debate foi proposto por Sylvio Micelli, presidente da Comissão Consultiva Mista do Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual (Iamspe), e pelo vereador Carlos Neder (PT), autor do Projeto de Resolução 18/2007, que propõe a criação de uma Frente Parlamentar em Defesa da Assistência à Saúde do Servidor Público.

Para Neder, é importante que o “servidor discuta como vem tendo sua própria saúde assistida”. “A Frente Parlamentar só funciona com participação efetiva dos interessados”, acrescentou.

É a primeira vez que os debates sobre o sistema de saúde dos servidores estaduais ocorrem na capital paulistana. Para Micelli, é importante realizar a audiência pública em São Paulo, cidade que reúne grande número de funcionários, além de possuir o Hospital do Servidor Público Estadual, localizado na Zona Sul.

Além de discutir sobre a qualidade dos atendimentos da rede do Iamspe, a administração e o financiamento da instituição foram assuntos da audiência pública. Para Sylvio, os temas estão relacionados. “Até 2008, o governo do Estado jamais tinha contribuído com a saúde do servidor. Uma contribuição efetiva é a saída para que exista a possibilidade real de um atendimento melhor do Iamspe”, afirmou. Segundo ele, anualmente os funcionários públicos estaduais contribuem com R$ 480 milhões. O Estado é responsável por R$ 100 milhões, além de outros R$ 70 milhões que a instituição recebe em precatórios e outras verbas.

Micelli e outros membros da Comissão Consultiva Mista temem que o Hospital do Servidor sofra o mesmo processo pelo qual passou a instituição municipal semelhante, que foi integrada à rede do Sistema Único de Saúde (SUS). O vereador Jamil Murad (PCdoB) concorda que é preciso evitar essa situação.

“Os servidores públicos são iguais a todos os cidadãos, mas o hospital foi construído com o dinheiro do holerite deles, e eles veem os problemas do SUS. No futuro, se a saúde foi igual para todos, até os planos de saúde podem acabar, mas agora temos que defender o Iamspe”, disse Murad. Carlos Neder lembrou que, embora destinado aos servidores, tanto o hospital estadual quanto o municipal fazem atendimentos de emergência a qualquer cidadão.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de São Paulo

5 visitantes online agora
0 visitantes, 5 bots, 0 membros
Máx. de visitantes hoje: 10 às 12:45 am BRT
Este mês: 28 às 06-04-2017 07:36 pm BRT
Este ano: 31 às 03-30-2017 10:25 am BRT
No total: 111 às 03-18-2011 02:35 am BRT